Infinite Maze — blog por Emmy Dala Senta e Gabi Xavier

Direito autoral de imagem #2: posso tatuar seus desenhos?

Há algum tempo escrevi um post sobre o uso de fotografias como referência para desenhos. Como o assunto “direito autoral” é muito abrangente e complicado, decidi falar de um ponto por vez. Como crio desenhos exclusivos para tatuagens, acho frustrante demais saber que existem tantos tatuadores nada profissionais por aí, que simplesmente pegam as artes que (eu e todos os outros artistas que se dedicam a isso) criamos, tatuam nos seus clientes e acham que está tudo certo. Então, acho que está na hora de falar um pouco sobre o uso de desenhos como referências para tatuagens.

Montagem engraçadinha feita por mim, com fotografia do Flickr: Porsche Brosseau

Parafraseando meu próprio post, começo esclarecendo (ou relembrando) que: O direito autoral se aplica a todas as obras que são criação de alguém — o que inclui o desenho —, e que a propriedade intelectual não precisa de registro. O direito do autor sobre ela começa a partir de sua aplicação em um meio de reprodução tangível, ou seja, papel, tela, arquivo de Photoshop ou pele, para citar alguns exemplos. Dito isso, fica claro que toda imagem, em qualquer mídia que seja, pertence a alguém. Utilizá-la sem autorização do proprietário é a mesma coisa que roubar de alguém qualquer objeto, apenas porque a pessoa não escondeu suas coisas, ou as trancou em um cofre. Isso pode parecer meio pesado, mas vou explicar mais adiante.

Com as buscas de imagens na internet, que estão cada vez melhores, é muito fácil encontrar desenhos bonitos para tatuar. Mas o que a maioria das pessoas não presta atenção é nesse texto aqui:

As imagens podem ter direitos autorias. Imagem de pesquisa no Google.

As imagens podem ter direitos autorias. Elas não apenas podem, mas como, a maioria delas, têm. A não ser que a obra tenha sido publicada com a expressa autorização do autor para utilização onde e por quem quiser. Bancos de imagem gratuitos fazem isso, o stock do DeviantArt tem isso. A busca de imagens do Google não. Ele é apenas um auxílio para você encontrar imagens em todos os sites da web.

Essa diferença ainda não é clara para a grande maioria das pessoas, pelo menos até onde tenho percebido. E o que eles não entendem é que sim, utilizar uma imagem de um artista, sem autorização, simplesmente porque achou a fotografia na internet, é ilegal:

Art. 29. Depende de autorização prévia e expressa do autor a utilização da obra, por quaisquer modalidades, tais como: I – a reprodução parcial ou integral. (LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998)

Então sim, tatuar artes de outros sem autorização é passível de processo, e isso vale tanto para o tatuador como para o cliente. Mas o que se passa comigo, e com a maioria dos artistas, é que nós simplesmente gostaríamos de receber um pedido gentil e educado sobre a possibilidade de utilização da nossa arte. É lógico que se a arte em questão foi uma encomenda para tatuagem de outra pessoa, você receberá um categórico NÃO. Mas, em alguns casos, o artista permite e até fica feliz por tatuarem seu trabalho. E é exatamente por isso que é bom perguntar, não é? Ou você realmente gostaria de ter uma tatuagem praticamente igual à de outra pessoa? Ou, melhor: coloque-se no lugar da pessoa que solicitou a arte. Você gostaria que alguém copiasse a sua tatuagem?

Original (esquerda), por Silvano Fiato, e sua cópia (direita) [Fonte: Tattoodo ]

Há algum tempo, li um artigo no Tattoodo sobre isso, e lá, dizia — praticamente nessas mesmas palavras, que: Não pedir é falta de educação. E talvez perigoso. Nunca aconteceu antes, mas, se um artista processasse um tatuador e o cliente, o que aconteceria? O cliente teria que passar por uma remoção à laser? Ou pagar para usar o design? Alguns artistas vendem seus designs para tatuadores e clientes. Então, sua mãe tinha razão: um pedido educado e um muito obrigado é o mínimo que você pode fazer… e talvez o melhor.

Então, será que o mundo não seria um lugar muito melhor se todo mundo considerasse isso? Lembrando que por trás de cada imagem existe uma pessoa, que dedicou tempo e esforço na sua criação. E que o mínimo que quer fazer é mostrar o seu trabalho para o mundo, publicando ele na internet. Ter uma arte vendida por um terceiro, para a tatuagem de outra pessoa, e ainda ter que ouvir coisas como “se eu tivesse feito estaria melhor, mas o cliente quis igual, fazer o quê?” / “Se não quer que copiem, não tira foto e não posta” / “Acho normal copiar, afinal, é um desenho bonito,2 e é natural você querer uma tatuagem igual”, é um dos maiores desrespeitos que um artista pode passar.

Resumindo. Não, nunca tatue, nem faça nada que envolva dinheiro, com as artes que você encontra na internet sem a autorização do autor. Se você realmente admira o artista, fale com ele, peça permissão, e todo mundo será feliz :)

Sei que não sou a única a passar por isso (nem um pouco única, infelizmente). Como vocês lidam com isso? Já passaram por alguma situação assim, ou presenciaram isso com alguém? Porque afinal, o desenho já está permanentemente na pele de outra pessoa. O que fazer? Aguardo histórias nos comentários X(

Fontes para este artigo: Tattoodo |Lei de Direitos Autorais

♦ Assine nossa news para receber uma mensagem com o próximo post ♦








  • Pingback: A Tatuagem de Coruja | {Emmy Dala Senta}()

  • Gabi Xavier

    Menina,eu trabalhava com tattoo.Passei tanta dor de cabeça por conta disto.Quando comecei a tatuar,pegava umas cobaias e fazia o que eles queriam,sempre dando uma ajeitada nos desenhos,adaptando eles pra o local que queriam tatuar.No início vc pega mta coisa que não quer desenhar só para treinar.Depois comecei a querer tatuar desenhos só feitos por mim.Detesto tatuar desenho dos outros ou qualquer coisa que a galera ache no google.Acho que as tatuagens estão caminhando cada vez mais pra algo mais autoral,apesar de ter mto tatuador que não sabe desenhar e apenas copia aquilo que o cliente lhe traz, tu vê mundo afora tatuadores mto originais e os trabalhos deles são reconhecidos justamente pq é algo feito com o traço deles,tipo a Sasha Unisex ,Koray Koragozler ou o Toko Loren tattoo.Aqui onde moro ja rolou de tatuador famoso entre as bandas pegar tattoo de tatuador de Portugal,achando que o cara não ia ver e fazer uma cópia descarada pra premiação em convenção.Ele chegou a ganhar o prêmio e tudo,isso chegou ao tatuador de português e a briga foi feia.Gente quê que custa vc respeitar o trabalho do outro?Eu mesma já tive trabalhos meus copiados tbm.Acabei desistindo desse ramo,dá mta dor de cabeça hahaha.Adorei o post,super pertinente.A galera precisa ler mais sobre isto para se conscientizar!

    • Oi, Gabi, obrigada por compartilhar. Exatamente: dá muita dor de cabeça. Só de postar as fotos a gente já tá se sujeitando a essa possibilidade. Por isso me deu vontade de escrever um post. Porque muitas pessoas não fazem idéia de como é chato a gente ver copiada a imagem que criou exclusivamente para um cliente. E pro cliente, então, é pior ainda. Sei que é bem difícil que isso deixe de acontecer, mas acho que as pessoas estão se dando conta aos poucos. Que copiar não é legal, que além de errado é bem constrangedor, que o mundo tá cada vez menor por causa das redes sociais e aquela de o criador da original “nunca vai saber” não funciona mais (da tua história: como é que o português não ia ficar sabendo que a cópia da tattoo dele foi premiada em convenção!? Gente.). E se com esse post eu conseguir impedir (pelo menos) uma cópia a mais no mundo, já vou ficar bem feliz! XD

      • jucaBituca

        pra mim é tudo relativo. Se fosse levar isso a ferro e fogo, a maioria das tattoos seriam plagios de sailor Jerry, Pegar a ideia e transforma-la visualmente , do meu ponto de vista continua sendo plágio. Plágio da idéia, da composição. Impossivel ser totalmente original. Roubamos sim mas sem copiar

        • Oi, Juca, obrigada por comentar. Nem tudo é relativo, na verdade, e quando se trata de um desenho que eu conheço muito bem (como os meus) nada é relativo, nada mesmo. Aproveitar as referências como inspiração para criar algo parecido é uma coisa, mas o plágio é algo bem mais sério. Eu me preocupo com o plágio (e também roubo) quando uma pessoa copia determinado elemento ou composição de desenhos meus com o exato mesmo traço, quando fica óbvio e reconhecível até para um leigo que foi uma cópia. Quando a pessoa faz isso e apresenta como criação própria, vende e lucra com isso, é plágio e é ilegal.

          Quando você usa o traço parecido ou a mesma idéia, sem copiar com os exatos mesmos detalhes o que está vendo, pode ser que seja relativo. Mas, nesse caso, eu considero muito ético citar a referência, em vez de levar o cliente a pensar que ele tem algo completamente exclusivo, enquanto isso não é verdade. Além disso, o critério da cópia ser evidente ou não, é o que vai fazer o juiz decidir se houve ou não plágio, em um eventual processo jurídico.

  • Mayara Pereira

    ÓTIMO POST! Plagiaram uma tattoo minha recentemente, lamentável :C

    • Oi, Mayara, obrigada por comentar! Bah que m***!! Lamentável demais :(

Já vai?! Se gostou desse post,

deixe seu e-mail, para enviarmos uma mensagem assim que tivermos conteúdo novo:


♦ Ou, compartilhe este post com seus amigos ♦

Send this to a friend