Infinite Maze — blog

Bloqueio criativo: como vencê-lo de uma vez por todas

A origem das idéias e a possível falta delas é um assunto que frequentemente surgem quando se conversa com um artista. As pessoas querem saber de onde vêm suas idéias, ou o que você faz quando parece que nenhuma idéia surge — o temido bloqueio criativo.

art-block

Esse bloqueio nada mais é que a falta de inspiração / idéias, que às vezes pode soar como “preguiça”. Mas, se você se propôs a fazer algo e o trabalho simplesmente não anda, talvez seja a hora de tentar as técnicas da Emmy para invocar inspiração e atrair novas idéias.

BEM IMPORTANTE! Problemas psicológicos, como depressão e todos os seus sintomas, podem afetar muito negativamente o trabalho criativo. Se esse for o caso, procure ajuda de um profissional o quanto antes.

1. Visite lugares desconhecidos.

Uma das melhores formas de ter novas idéias, é, sem dúvida, visitando lugares novos, vendo coisas novas e vivenciando novas situações. Por isso, os artistas, quando sem inspiração, fazem viagens consideravelmente longas para lugares exóticos da Europa ou da Ásia. Se você quer uma solução certa e eficiente, faça isso. Agora, se você, assim como eu, não tem como ($$$), aprenda algumas formas de visitar lugares desconhecidos investindo pouco $$$.

Claro que, sempre que puder, sempre mesmo, faça uma viagem e visite um lugar totalmente novo. Nunca deixe passar essa oportunidade, se ela se apresentar. A viagem trará não apenas inspiração, mas experiências ótimas (ou péssimas, mas com tudo na vida se aprende) não apenas para sua arte, mas para a vida. A “viagem” não precisa ser para outro país ou mesmo outro estado. Busque conhecer lugares que estão próximos de você.

Ainda assim, se não puder sair fisicamente do seu espaço, a melhor alternativa que encontrei até agora é: um livro! Livros são incríveis. Eles têm um efeito em mim que realmente queria que tivessem em todo mundo. Só de olhar para uma capa de um livro de fantasia já me sinto em um lugar totalmente novo. Lendo, então, me sinto quase uma nova pessoa.

Eu gosto muito de romances de fantasia, suspense e tudo que envolva algo novo — coisas, animais ou criaturas totalmente imaginadas, mitológicas ou afins. Eu me concentro de tal forma nas histórias que é quase como se conhecesse aqueles personagens (vai ver foi por isso que quase desisti de ler As Crônicas de Gelo e Fogo quando queimaram Winterfell T.T)

Arte do Marc Simonetti pra capa de A Guerra dos Tronos. Eu me sinto na Muralha só de olhar pra ela ♥

Agora, se você não gosta de ler, pode substituir um livro por um filme. Seria como se o livro fosse um medicamento, e o filme, seu genérico (nem sempre tem o mesmo efeito).

2. Música: ela faz toda a diferença.

Dependendo do trabalho a ser realizado, você pode fazer uma seleção de músicas, e montar uma playlist baseada em conceitos ou humor. As músicas têm grande influência nos resultados criativos, portanto, você pode usar isso a seu favor. Se estiver ilustrando um livro infantil, ouça canções alegres da Disney. Se estiver criando uma ilustração mais sombria, crie uma playlist que evoque sentimentos que você quer transmitir na sua imagem.

Dica importante: quando estiver ouvindo uma música que faça você se sentir particularmente inspirado, anote em algum lugar ou dê um jeito de lembrar-se disso. Assim, quando acordar completamente desinspirado, e, ainda assim, tiver que criar alguma coisa, ouça essa música. Ela vai ajudar a começar o dia do jeito certo :)

Minha mais nova música inspiradora é Let it go, Storytime :D

3. Tenha um perfil no Pinterest.

E use-o. O Pinterest é uma rede social de inspiração, nada mais que isso e, ao mesmo tempo, tudo isso. Nele, você pode agrupar em painéis todas as suas idéias, ver os painéis de outras pessoas, e, a melhor parte: toda vez que você entra em uma imagem (um “pin”) que você gosta, logo abaixo são listados todos os pins relacionados, com base no que as pessoas agruparam em seus painéis.

A melhor parte é que só tem coisa bonita. Sério mesmo, eu nunca encontrei imagens feias ou fotos mal tiradas, as pessoas que usam devem ter, todas, bom gosto. A outra melhor parte é que nenhum pin é publicado sem link para a fonte. Assim, sempre que você clica na imagem ampliada, o Pinterest redireciona pro site original da imagem em questão. É muita funcionalidade numa coisa tão simples u_u

Depois que prometi que iria cuidar bem das minhas redes sociais, fiz um perfil todo bonito com inspirações de tudo quanto é tipo de coisa (natureza, arte, chá, enfim…). Mas, ainda assim, tenho um painel privado no qual eu jogo dentro todas as coisas que quero guardar mas não sei onde encaixar ._. E isso é incrivelmente útil.

Painel da Emmy

Meu painel de natureza no Pinterest. Nele, eu adiciono todas as coisas incríveis que aparecem na nossa Mãe Terra

4. Trabalhe em mais de um projeto ao mesmo tempo.

Se, após horas de desenhos você não chegou no resultado que queria e começou a perder as esperanças… PARE TUDO! Não faça mais, absolutamente, nada nesse projeto, e, principalmente, não jogue-o fora. Você não vai desistir dele, vocês (você e seu projeto, que se relacionaram por horas/dias/meses) vão apenas dar um tempo. Num mundo dos sonhos, você deixa tudo no atelier e vai caminhar na praia/floresta. Mas, como estamos na vida real, os prazos uma hora se esgotam e não podemos sair pra passear com tanta coisa por resolver, e caminhar na praia numa situação dessas faria, provavelmente, você se sentir ainda pior (falo por mim).

Na vida real, você vai pegar aquele projeto chato que não anda mais (ou que ainda é uma folha em branco) e vai guardá-lo na pastinha de trabalhos em andamento. Vai pegar um outro trabalho qualquer, no qual você se sinta mais à vontade em fazer no momento, e esquecer aquele primeiro por um tempo. Quando você terminar/cansar desse, você volta pro primeiro, ou para um terceiro, e assim por diante. Dessa forma, você vai aproveitar todo seu expediente de autônomo sem precisar se torturar na frente de um trabalho que não quer andar.

Trabalhe em mais de um projeto ao mesmo tempo, e, quando perceber, terá todos eles prontos ^_^ (o que não foi o caso dessas imagens, mas, enfim~)

E o que, definitivamente, NÃO fazer:

Ir para o Facebook

É lógico que lá pelas tantas você vai pensar “Não aguento mais esse trabalho, vou me distrair” e abre o Facebook em busca de alguma descontração. A verdade é que o mais provável resultado seja o contrário disso. Afinal, você não tem total controle sobre o conteúdo que vai aparecer no seu feed. Podem ser memes descontraídos, mas, também, pode ter aquela sua ex-colega de faculdade irritante postando indiretas pra todos e pra ninguém; poderiam ser o gatinhos fofos, mas vai ter aquele pessoal compartilhando opinião política da qual você é contra. Isso, entre outras coisas que vão redirecionar sua energia para o lado errado do cérebro.

Então, se você está em busca de criatividade e inspiração, não vá para o Facebook.

 Visitar o DeviantArt

Essa pode parecer conflitante com o que falei lá em cima sobre o Pinterest. Mas, como as dicas aqui são baseadas em minha experiência própria, asseguro e dou fé: não pesquise NADA no DeviantArt. Caso você queira saber como tal artista resolveu ilustrar tal coisa, vá para o Google Images. Mas, a não ser que você tenha completo domínio sobre sua força de vontade e auto-estima (e, diga-se de passagem, se você está passando por um bloqueio criativo, não deve ser seu caso), não busque os trabalhos mais populares das últimas 24 horas, dias, meses, eternidade.

Se você estiver tentando desenhar a Daenerys e o Drogon (por exemplo), e pensar: mas esse meu esboço não está tão legal, vou ver como os outros artistas fizeram”, e for buscar nos mais populares do DA, o provável resultado será: “não sei porque quero desenhar isso, se esses 3, 5, 20 (ou todos) artistas já ilustraram essa cena mais que perfeitamente / a vida é uma merda / vou desistir de tudo / quero dormir e nunca mais acordar” ou qualquer coisa nesse sentido.

Assistir TV

Por último e não menos importante, se você estiver passando por um bloqueio criativo, não assista TV. Pelas minhas experiências, programas de auditório, reality shows e novelas, são as piores fontes de inspiração possíveis. A grande maioria das vezes que parei para assisti-los, me senti tentada a agir exatamente assim:

sheep-tornado

As ovelhas só sabem fazer o que as outras já estão fazendo, vê? E como, quando preciso criar, não posso simplesmente fazer o que outros já estão fazendo, prefiro evitar assistir coisas que parecem ser sempre a mesma coisaAfinal, para pensarmos fora do que é comum, devemos fazer coisas que não são comuns.

Então, recapitulando:

  • Visite lugares desconhecidos: viaje, explore lugares, leia (ou assista filmes).
  • Música: faça dela sua maior aliada. Tenha uma música inspiradora para quando acordar desinspirado.
  • Tenha um perfil no Pinterest e colecione idéias sobre tudo o que você gosta. Consulte-o quando a inspiração faltar.
  • Trabalhe em mais de um projeto ao mesmo tempo. O importante é entregar no prazo, não precisa terminá-lo no dia em que começou.
  • E o que evitar: Facebook, mais populares do DeviantArt, TV.

Essas foram as técnicas da Emmy para invocar inspiração e atrair novas idéias. Espero que tenham gostado ^_^ Se for o caso, compartilhe esse post com seus amigos que necessitam de inspiração.

Se gostou, ou não, ou tiver algo a acrescentar, comente :D Também quero saber suas técnicas para vencer bloqueio criativo *.*

♦ Assine nossa news para receber uma mensagem com o próximo post ♦








  • Veronica Chagas Vieira

    muito bom!!! adorei as dicas

Já vai?! Se gostou desse post,

deixe seu e-mail, para enviarmos uma mensagem assim que tivermos conteúdo novo:


♦ Ou, compartilhe este post com seus amigos ♦

Send this to a friend