Infinite Maze — {blog}

Como aprendi a desenhar

Muitas pessoas já viram o meu trabalho e me perguntaram onde e com quem aprendi a desenhar. Pois bem, vou revelar o meu segredo: é um dom, nasci com ele! Hahah não, né. Embora muita gente venha com essa história de “dom”, saibam que isso não existe. Existem apenas pessoas com mais facilidade que outras, e pessoas que treinam mais que outras. Mas isso foge um pouco do assunto que vou falar aqui (fica uma discussão para um post futuro, ou para ser abordada nos comentários).

Como comentei outras vezes, desde criança sempre desenhei muito. Primeiro, porque toda criança desenha, e depois, porque minha família sempre me incentivou. Mas foi só quando eu tinha lá por uns 16 que comecei a levar a sério essa coisa de desenhar, quando minha mãe linda me matriculou num curso de desenho artístico em Garibaldi (aqui pertinho de Bento mesmo). O curso era com o professor Elias (já deixo o contato dele aí embaixo), que me ensinou coisas que melhoraram muito o meu traço e modo de desenhar. Muito mesmo. Aprendi a fazer esboço (uma vez eu não fazia, e ficava sofrendo no desenho), luz e sombra, observar e reproduzir imagens maravilhosamente, além das técnicas com grafite, lápis de cor e aquarela.

Na medida que eu ia fazendo os exercícios, ficava impressionada com a melhora do meu traço. Lembro que então o Elias me desafiou a finalizar um A3 todo em lápis de cor, me passou uma fotografia de referência, que eu achava que não ia conseguir fazer, e no final, lembro que o resultado final fez toda diferença na minha vida:

Primeiro desenho que finalizei em lápis de cor, tamanho A3, em abril de 2006.

Foi aí que eu percebi que eu poderia, de fato, fazer trabalhos tão realistas quanto os dele. Apesar disso, sempre fui muito perfeccionista (ou chata) e nunca gostava muito do que eu fazia (o pessoal do curso deveria querer me bater por isso, hahah), vivia achando defeitos. Faço isso até hoje, na verdade.

Mas enfim, as pessoas às vezes me pedem pra ver os meus primeiros trabalhos, e aqui estão alguns deles! Lápis de cor:

Desenho em lápis de cor, tamanho A3, de 2006.

E duas aquarelas:

Uma das primeiras aquarelas que fiz, no início de 2007.

Outra aquarela que fiz em 2007.

Atualmente, me distanciei um pouco do que eu queria uma vez, que era ter uma arte cada vez mais realista. Hoje, prefiro desenhos mais expressivos do que realistas, mas ainda pratico, já que a arte realista é a base para todas as outras :)

Quem se interessar a desenvolver melhor a arte de desenhar, indico muito fazer um curso com meu ex professor, o Elias, e também com a Aline que, assim como ele, faz coisas maravilhosas. Aqui está a página da escola Lion Arte.

Posts Relacionados
Filter by
Post Page
Utilidade pública/ dicas Inspirações/ referências Ilustrações
Sort by

Desenhar a partir de fotos #1: alguma coisa sobre direito autoral de imagem

E aí, gente? Vamos falar um pouco sobre aquela história de desenhar fotos? Afinal, se
Emmy Dala Senta

18

Joy Mangano stolen logo. It is actually Paris Pro, a typeface designed by Moshik Nadav Typography

Direito autoral #3: Moshik Nadav vs Joy Mangano, e o uso indevido de propriedade intelectual

Os leitores mais antigos do blog já conhecem a minha luta no que se refere a
Emmy Dala Senta

8

Minha arte, há alguns anos e agora

Nos últimos meses de 2017 eu, finalmente, cheguei no mais próximo do resultado que s
Emmy Dala Senta

8

Projeto Sailor Drops

Oi, pessoal! Já estava mais que na hora de eu escrever meu primeiro post por aqui! Pra
Gabi Xavier

8

1
Deixe um comentário

avatar
1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
Junior Recent comment authors
  Subscribe  
Notify of
Junior
Visitante
Junior

Maravilha conhecer a sua trajetória. Deus me livre mostrar meus desenhos para você, rsrs.

Send this to a friend