Infinite Maze — {blog}

Pintura em lápis de cor: Sailor Chibi Moon

No ano passado, eu e a Gabi Xavier (colaboradora aqui do blog) trabalhamos no projeto Sailor Drops. Quem já é leitor do blog provavelmente deve ter decorado toda história, mas se você é novo aqui, seja bem vindo e conheça todo o projeto das Sailors começando pelo primeiro post. Todas as minhas Sailors foram pintadas com lápis de cor, e nas 6 mais recentes usei aquarela no fundo. A Sailor Chibi Moon foi a que usei para registrar todo meu processo de pintura.

Desenho linear pronto para receber as cores.

Como minhas habilidades em adição de vídeo são meio limitadas (e não sobrou recurso para pagar o editor), demorei um pouco para disponibilizar esse material. Mas hoje, finalmente, vou poder mostrar como eu pintei as 5 Sailors principais da série, e também a Chibi, usando técnicas tradicionais.

Na imagem acima temos o sketch que passei para o papel definitivo usando decalque do meu próprio esboço (poderia ser mesa de luz). Eu geralmente esboço em papeis de gramatura menor, até chegar na composição que me agrade, e depois passo as formas básicas para o papel final. A partir daí, redesenho tudo em detalhes, ainda com traços bem leves, e ajusto tudo que possivelmente faltou nos estudos anteriores.

Primeira etapa: lápis de cor

Eu gosto de começar pelo principal do desenho, que nesse caso é o rosto, o cabelo (♥), seguindo para a pele e as roupas. Eu sempre defino a paleta de cores antes de começar, e procuro usar apenas as cores selecionadas durante toda a pintura.

Sailor Chibi Moon em andamento.

Eu gosto de apoiar a mão sobre uma folha de papel vegetal, que protege o papel do contato com a mão e evita manchas ou esfumados indesejados na pintura.

Eu supostamente deveria deixar para adicionar brilhos no final, mas, me incomoda um pouco ver os olhos inacabados. Então, já peguei a Posca branca e fiz uns brilhos nos olhos e acessórios aqui (antes mesmo de começar o fundo):

Sailor Chibi Moon em andamento.

Sailor Chibi Moon praticamente pronta, agora só falta um fundo mágico pra ela.

Segunda etapa: fundo com aquarela

O fundo é a parte mais divertida, embora eu não me sentisse muito segura fazendo isso neste papel (totalmente impróprio para aquarela, um dupla-face completamente liso, como a textura de sulfite). Como a tinta secava muito rápido, manchando facilmente, tive que bater meus recordes de aguada rápida. Ainda bem que depois vão umas estrelinhas no fundo, ajudam muito a disfarçar as manchas.

Sailor Chibi Moon em andamento.

Para o fundo, fiz uma “moldura” com fita, para delimitar a pintura dentro da folha, e poder deixar, de forma prática e rápida, a mesma margem para todas as Sailors. Não prendi a folha na mesa, pois a gramatura desse papel era suficientemente alta para não ondular com a aguada.

A descoberta mais importante que fiz com esse trabalho é que, se as partes em lápis de cor estiverem suficientemente saturadas (quando a gente passa tantas camadas de lápis que nada mais do papel é visível através dessa pintura), a aquarela não adere normalmente a elas. Ou seja, posso passar minha aguada sobre os cabelos da Chibi, tranquilamente, e em seguida remover de cima deles a aquarela com um lenço.

Saber disso praticamente mudou a minha vida! Pois agora posso fazer os fundos sem medo de sobrepor partes do que já pintei com lápis, e sem necessidade de máscara, ou de “desviar” desses elementos correndo o risco de deixar aquele filete branco tenebroso entre a figura e o fundo (não tenho nada contra isso em pinturas no geral, mas pro resultado que geralmente busco, realmente não serve).

Com o fundo seco, eu retiro a fita que utilizei nas bordas (apenas para fazer essa moldura branca), e contornei a lua (no céu) e a outra lua (símbolo atrás) para deixá-las mais evidentes. Não tinha muita certeza se esse amarelo funcionaria para essa paleta cor-de-rosa, mas no fim, gostei do resultado, ficou um bom complemento.

Mesa de desenho após a finalização de uma pintura.

E, ao final, aqui está o resultado final sobre a minha mesa (bagunça completa, com “estrelinhas” brancas até por cima do notebook. O tripé em cima da mesa foi o que usei pra gravar o vídeo que está aí embaixo!

No final, a mesa não fica muito organizada, ou limpa (imagem abaixo). Principalmente com a última etapa do fundo, que é a tinta branca respingada com uma escova de dentes para fazer as estrelas. É bom proteger tudo que não deve ter estrelas antes de fazer isso (no vídeo do final dá pra ver melhor).

E finalmente…

E como falei no início, aqui está o speed painting:

Tentei fazer tudo de modo que não precisasse de grandes edições no Photoshop. Assim, as versões impressas são praticamente idênticas às originais. Realmente espero que, com a prática, eu não precise editar mais nada. Ainda assim, sinto que da primeira para a última Sailor que fiz, já melhorei em muitos pontos — persistência! Este é o resultado final:

Sailor Chibi Moon finalizada.

O processo é bem complexo, então esse foi o resumo de (aproximadamente) umas 4  a 5 horas de pintura. Caso tenham interesse em um vídeo mais detalhado, ou tenham dúvidas sobre alguma etapa, deixem aqui nos comentários! Ficarei bem feliz se puder ajudar :)

Se você gostou dessa arte, em breve estará online a Fantástica Loja de Artes, minha loja online com prints e edições limitadas (incluindo esta Chibi aqui), marcadores de página, adesivos e originais de artes novas. Quem estiver cadastrado na nossa lista de emails, vai receber a notícia em primeira mão, além, é claro, do nosso primeiro cupom de desconto!

Posts Relacionados
Filter by
Post Page
Ilustrações Trabalhos comentados/ portfólio Utilidade pública/ dicas
Sort by

Projeto Sailor Drops #2

No primeiro post sobre o nosso
Emmy Dala Senta

8

Lápis de cor aquarelável (Faber-Castell x Derwent x Caran D’Ache x Koh-i-noor)

Este artigo é uma avaliação das principais características de quatro marcas de
Emmy Dala Senta

0

Joy Mangano stolen logo. It is actually Paris Pro, a typeface designed by Moshik Nadav Typography

Direito autoral #3: Moshik Nadav vs Joy Mangano, e o uso indevido de propriedade intelectual

Os leitores mais antigos do blog já conhecem a minha luta no que se refere a
Emmy Dala Senta

0

3 blogs artísticos inspiradores e indispensáveis

Entre as melhores coisas da internet, para mim, sem dúvidas está a infinita q
Emmy Dala Senta

0

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

Send this to a friend